Pular para o conteúdo principal

O DESTINO DE FÁBIO FARIA

 Só cresce quem pensa grande. O ministro das comunicações Fábio Faria é pré-candidato ao senado pelo RN. Porém, a realidade de Fábio pode ser bem maior. O ministro deixou a província e há tempos é um político nacional, tem muita força no empresariado de São Paulo, prestígio no partido que acabou de entrar, o PP. 

Faltando 11 meses para o pleito seria uma loucora anunciar o vice de Bolsonaro, inviabilizaria alianças, mas é uma cadeira que pode ser de Fábio. Isso deve gerar uma simpatia do nordeste com o presidente. 

O RN é um estado pequeno, nunca teve protagonismo no cenário nacional, tivemos Café Filho que assumiu depois da morte de Getúlio Vargas. José Agripino tentou ser o vice de Geraldo Alckmin em 2006, mas perdeu as prévias do PFL e Henrique Alves que por duas vezes assumiu a presidência porque era o 3° na linha de sucessão. 

Fábio ainda conta com o apoio do 2° maior grupo de comunicação do país, o SBT. Não é uma batalha fácil de conseguir espaço, mas pode ser mais viável que sua pré-candidatura ao senado. 

Na briga de Fábio e Rogério ou de Rogério com Fábio, só tem um vencedor até agora, o senador franco-carioca Jean-Paul Prates. A tragédia para o RN pode ser grande com a disputa dos dois.

De Gustavo Negreiros

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

JUSTIÇA ELEITORAL FISCALIZA CLINICA EM CAICÓ POR SUSPEITA DE COMPRA DE VOTOS; 11 PESSOAS FORAM CONDUZIDAS A DELEGACIA

A Justiça eleitoral realizou nesta segunda-feira(02) uma operação de fiscalização contra supostos crimes eleitorais em uma clinica médica e odontológica localizada na rua Tonheca Dantas nas proximidades da Central do Cidadão no bairro Penedo em Caicó.  Os funcionários da justiça eleitoral receberam denuncias de que a clinica estaria funcionando no domingo a noite e poderia está acontecendo favorecimento politico, mais como não conseguiram fazer a fiscalização naquele momento realizaram na manhã de segunda-feira, feriado de finados.  Ao chegar no local foi constatado a clinica em funcionamento com movimentação de pacientes e ao entrar pediram explicações e foram informados que aproveitaram o feriado para fazer moldagem para posteriormente ser realizado o orçamento do trabalho.  Os servidores da justiça solicitaram apoio da Policia Militar e conduziram até a delegacia para averiguação e prestar depoimentos três pessoas que trabalham na clinica e 8 pacientes que estavam presentes no local

CERVEJA EM FALTA...

Às vésperas das festas de fim de ano, o nível de ruptura da cerveja – índice que monitora a falta de produtos em supermercados brasileiros –, segue em alta. Em novembro, atingiu 19,45%, frente aos 10% registrados no mesmo mês de 2019.  O índice começou a subir em março, no início da quarentena. Nos últimos meses foram registrados 17,64% de ruptura, em setembro, e 18,92% em outubro.  O monitoramento acompanha os dados de 40 mil varejistas no Brasil e é feito pela Neogrid, especializada na sincronização da cadeia de suprimentos.  A falta de cervejas nas prateleiras se deve, principalmente, às dificuldades que as empresas enfrentam para comprar embalagens, como vidro para as garrafas e latas. Apesar do alto índice de ruptura, não há, por ora, risco de desabastecimento do produto.

ACUSADO DE MATAR EMPRESÁRIO NA ZONA NORTE DE CAICÓ FOI BALEADO EM TROCA DE TIROS COM POLICIAIS CIVIS DE CAICÓ EM CORONEL EZEQUIEL-RN

De acordo com informações recebidas pelo Blog, o acusado de matar o empresário do ramo de confecções, conhecido por George, com seu estabelecimento localizado no bairro Boa Passagem, na zona norte de Caicó, foi ferido durante uma troca de tiros com policiais civis de Caicó, na cidade de Coronel Ezequiel, no interior do RN, durante operação de captura de Wesley, acusado de matar o empresário caicoense dentro de seu estabelecineto comercial. De acordo com as informaçções, o acusado que se encontrava com uma moto roubada, foi levado ao hospital. A operação ainda continua em movimento e foi comandada pelos delegados da Polícia Civil de Caicó, Dr. Leonardo e  Dr. Ricardo de Brito, na cidade de Coronel Ezequiel, no interior do RN. As investigações demoraram meses até a polícia chegar ao local que o acusado estava foragido.