Pular para o conteúdo principal

CEARÁ PODE TER A MELHOR MÉDIA DA QUADRA CHUVOSA DESDE 2009


Do Diário do Nordeste

A perspectiva de uma boa quadra chuvosa no Ceará apresenta-se com números promissores. A última vez que os cearenses puderam afirmar com todas as letras que tiveram um bom "inverno" foi em 2009, quando o Estado registrou uma média de 977,10 mm na quadra chuvosa, bem acima da média histórica (que fica entre 600 mm e 700 mm). De lá para cá, o melhor panorama foi em 2011, quando o Ceará ficou com 659 mm, mas permanecendo na média.

Os números atuais transmitem otimismo porque o Ceará atingiu, ontem (29), a média histórica da quadra chuvosa, faltando um mês e dois dias (de computação dos dados) para a conclusão do período (fevereiro, março, abril e maio) no Estado, segundo dados da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Os números, sujeitos ainda a alterações, apontam que, de fevereiro até ontem, o Ceará registrou 600,9mm, 0,2 milímetros a mais que a média, que é de 600,7mm.


"Podemos já comemorar. Nós já tivemos uma chuva média observada referente aos quatro meses, de fevereiro até maio, em apenas três meses, de fevereiro a abril. Já alcançamos essa marca para o Estado como um todo", destaca Raul Fritz, meteorologista do órgão estadual.

A Funceme esclarece que, embora a média tenha sido atingida, deve ser ressaltado que os números (de abril) estão sujeitos a mudanças até o fim do mês, podendo oscilar para mais ou menos, pois muitos postos não informaram ainda o registrado e faltam ainda os dados de hoje (30), último dia de abril.

Os números foram alcançados graças às boas chuvas registradas em fevereiro e março. Os três meses, incluindo a parcial de abril, superaram suas médias. Em fevereiro, foram registrados 172,5 mm, 45,4% a mais que a média do período, que é de 118,6mm; março obteve 235,2 mm, um desvio positivo de 15,6% e abril com 193,2 mm, 2,7% a mais que os 188 mm.

Acima da média

Um fator a ser destacado é que ainda restam 31 dias para o fim da quadra invernosa cearense, que começa em fevereiro e termina em 31 de maio. Caso as precipitações durante estes dias restantes fiquem em torno da média, é possível que, em 2019, se consolide uma quadra acima da média, superior a 700 mm. "O mês de maio costuma registrar perto de 91 mm. Se vier a acontecer esse marca no último mês da quadra, poderemos ultrapassar a média histórica", destaca Raul Fritz.

Apesar dos números positivos, não há muito o que se comemorar em relação ao aporte dos principais açudes monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh). Até ontem, eles registravam apenas 19,9%. Dos 155, somente 32 estavam sangrando, seis estavam acima de 90% da sua capacidade e 74% com menos de 30% de aporte.

Nas regiões Centro-Sul e Central, onde se localizam os maiores mananciais cearenses, as precipitações têm sido abaixo da média.

Em 2011, o Ceará registrou 659 mm, último resultado da quadra invernosa dentro da média histórica. Já em 2009, o Estado vivenciou seu último grande 'inverno'. Foram 977mm apurados de fevereiro a maio.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

JUSTIÇA ELEITORAL FISCALIZA CLINICA EM CAICÓ POR SUSPEITA DE COMPRA DE VOTOS; 11 PESSOAS FORAM CONDUZIDAS A DELEGACIA

A Justiça eleitoral realizou nesta segunda-feira(02) uma operação de fiscalização contra supostos crimes eleitorais em uma clinica médica e odontológica localizada na rua Tonheca Dantas nas proximidades da Central do Cidadão no bairro Penedo em Caicó.  Os funcionários da justiça eleitoral receberam denuncias de que a clinica estaria funcionando no domingo a noite e poderia está acontecendo favorecimento politico, mais como não conseguiram fazer a fiscalização naquele momento realizaram na manhã de segunda-feira, feriado de finados.  Ao chegar no local foi constatado a clinica em funcionamento com movimentação de pacientes e ao entrar pediram explicações e foram informados que aproveitaram o feriado para fazer moldagem para posteriormente ser realizado o orçamento do trabalho.  Os servidores da justiça solicitaram apoio da Policia Militar e conduziram até a delegacia para averiguação e prestar depoimentos três pessoas que trabalham na clinica e 8 pacientes que estavam presentes no local

SEXO, DROGAS E MUITO AMOR. VÍDEO DE SOGRA DE PREFEITO DE CAMPINA GRANDE PROVOCA "FRISSON" NA PARAÍBA

Um vídeo onde a sogra do prefeito de Campina Grande, Soraya Brito, aparece em um motel cheirando cocaína explodiu como uma bomba na Paraíba essa manhã. Soraya Brito é a mãe de Juliana Cunha Lima, casada com o prefeito Bruno Cunha Lima (Solidariedade). Bruno Cunha Lima é sobrinho do ex-governador Cássio Cunha Lima, que foi um dos líderes nacionais do PSDB. O ex-senador vai lançar seu filho, o deputado Pedro Cunha Lima (PSDB), como candidato ao governo do Estado. A gravação está sendo muito comentada nas redes sociais, e a hashtag #fofocadecampina é uma das mais citadas na região. Ninguém sabe a autoria do vídeo.

CERVEJA EM FALTA...

Às vésperas das festas de fim de ano, o nível de ruptura da cerveja – índice que monitora a falta de produtos em supermercados brasileiros –, segue em alta. Em novembro, atingiu 19,45%, frente aos 10% registrados no mesmo mês de 2019.  O índice começou a subir em março, no início da quarentena. Nos últimos meses foram registrados 17,64% de ruptura, em setembro, e 18,92% em outubro.  O monitoramento acompanha os dados de 40 mil varejistas no Brasil e é feito pela Neogrid, especializada na sincronização da cadeia de suprimentos.  A falta de cervejas nas prateleiras se deve, principalmente, às dificuldades que as empresas enfrentam para comprar embalagens, como vidro para as garrafas e latas. Apesar do alto índice de ruptura, não há, por ora, risco de desabastecimento do produto.