sexta-feira, 7 de julho de 2017

TASSO VÊ RODRIGO MAIA COMO SOLUÇÃO PARA EVENTUAL TRANSIÇÃO ATÉ 2018


Resultado de imagem para fotos do senador tasso jereissati
O presidente em exercício do PSDB, senador Tasso Jereissati (CE), disse nesta quinta (6) que o governo está perdendo a capacidade de governabilidade e que o futuro de Michel Temer depende, principalmente, do partido dele, o PMDB. Para Tasso, se o relator da denúncia, Sérgio Zveiter (PMDB-RJ), apresentar parecer pelo acolhimento, "não há mais o que fazer". O presidente interino do PSDB vê no presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ0, as condições para reunir os partidos e fazer uma eventual transição até 2018. Tasso conversou na noite de quarta (5) com Maia.

A possibilidade de delação premiada do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), para Tasso, agrava ainda mais a situação de Temer. Ele disse não haver possibilidade de pressão do governo sobre a base para garantir votos a favor do presidente. Se Temer for afastado do mandato, por eventual decisão do Supremo de torná-lo réu, quem assume é Rodrigo Maia.

Para Tasso Jereissati, Maia construiria as condições para reunir partidos e dar governabilidade ao país. Ele disse ainda que, se continuar na presidência do PSDB, vai propor ao partido defender o parlamentarismo no país, a partir de 2022, sendo que o eleito em 2018 teria a missão de preparar o país para a mudança do sistema de governo.

"O que estamos vivendo é um arremedo de parlamentarismo, sem as vantagens de sistema parlamentarista e com as desvantagens do presidencialismo", disse ele, explicando que o Parlamento tem poderes sem as responsabilidades impostas pelo parlamentarismo.

Ele recordou que o PSDB defende o parlamentarismo e que já é hora de retomar essa discussão no Congresso, agora como forma de dar estão estabilidade ao país


DEDÉ AUTO PEÇAS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...