sexta-feira, 30 de junho de 2017

A PREFEITA DANÇARINA...

Prefeita de azul

Vem da pequena Lagoa D’Anta, município do Agreste Potiguar, onde o IBGE calcula pouco mais de seis mil habitantes, a história da prefeita que dança na quadrilha junina do município. É isso mesmo! Taianni Santos, do PP, decidiu ir além de apoiar o grupo que participa de festivais pelo estado. A gestora de 27 anos é um dos destaques entre os dançarinos.
A quadrilha junina ‘Gingado Nordestino’ tem 17 anos de história e estava inativa há oito anos. Foi então que a prefeita Taianni, que está no primeiro mandato, decidiu reativar o grupo para agregar, entre outras pessoas, adolescentes que estavam entregues ao vício das drogas, mulheres vítimas de violência doméstica e até ex-detentos. Isso de acordo com o que ela mesma contou ao PORTAL NO AR.
Foi então que bateu na prefeita a saudade do tempo de criança, em que dançava quadrilha matuta na escola, e a advogada decidiu se aventurar na dança estilizada, com coreografias capazes de juntar a tradição do forró com outros segmentos. Então a gestora começou a dedicar o tempo em que não estava a trabalho para ensaiar.
Passados os ensaios chegou o tão sonhado dia de se apresentar. Era 16 de junho, uma sexta-feira, e a prefeita e o povo dela estavam a mais de 100 km distante de Lagoa D’Anta. O palco era a Arena das Dunas, estádio de Natal que recebeu quatro jogos da Copa do Mundo de futebol, e que naquela noite sediava um dos mais importantes festivais do estado, o da Inter TV Cabugi.
Embora fosse a estreia da prefeita na dança, não foi a primeira apresentação da quadrilha. De acordo com ela, o grupo tem se apresentado praticamente todos os dias em diversos municípios do estado. Entretanto, os compromissos na prefeitura a impedem de dançar em quase todas as vezes.
O enredo da Gingado Nordestino trata da seca. Mostra o sofrimento do sertanejo à espera da chuva enquanto se convive com a escassez, tema pertinente do Rio Grande do Norte, que há cinco anos enfrenta estiagem severa. Taianni encena o personagem que representa a abundância, a chegada da chuva.
A prefeita aparece em outro momento da apresentação, exatamente no final, para a despedida da arte de Lagoa D’Anta dos que estavam a prestigiar o grupo. “Eu danço com o secretário de cultura do município, Edson Brasil, que faz o papel de um retirante em desespero por causa da chuva”, contou Taianni ao PORTAL NO AR.
Quebrar paradigmas
Com simpatia, a prefeita de Lagoa D’Anta contou que não tinha pretensões de assumir a gestão do município em que mora. “Meu marido já foi prefeito aqui, mas eu não queria isso. Entretanto, ele me incentivou a ser e eu aceitei como missão de vida. Não virei política por admiração”, revelou.
Após a apresentação da quadrilha em Natal, Taianni voltou a se apresentar. Desta vez, em Lagoa D’Anta, diante dos munícipes. Os olhares do povo estavam vidrados na novidade, na prefeita que dança. De acordo com relatos ouvidos pela reportagem, as pessoas pareciam admiradas com o fato, de certo modo, inusitado.
“É que ainda se tem a concepção de que prefeito tem que ficar em gabinete, mas a gente tem que estar onde o povo está”, enfatizou a gestora. Em certo momento da entrevista, ela foi perguntada se tinha filhos. Respondeu que “não”, mas depois se corrigiu: “na verdade tenho mais de seis mil”, em referência a população do município.
Quando interrogada, em forma de brincadeira, se é mais fácil dançar ou ser prefeita, Taianni soltou uma alta gargalhada e respondeu que a primeira opção “é muito mais fácil”. De acordo com ela, quando acabar o período junino, o projeto vai se voltar a outros segmentos, como o teatro. Afinal, como afirmou a gestora, “não podemos perder estes jovens”.
Veja a prefeita dançar quadrilha; ela está em destaque, de azul:

DEDÉ AUTO PEÇAS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...